Lições de fé, resistência e respeito

postado por Cleidiana Ramos @ 12:28 PM
17 de agosto de 2015

Que espetáculo incrível foi o encontro entre a 17ª Caminhada Azoany e a procissão de São Roque ocorrido ontem na esquina da Escola Politécnica da Ufba, na Federação. Duas manifestações religiosas diferentes, mas que demonstraram como se constrói e mantém o mútuo respeito religioso.

Ao se deparar com a procissão, a caminhada, que vem do Pelourinho, parou e seu carro de som começou a tocar a música Jesus Cristo, de Roberto Carlos. Os católicos aplaudiram. Em seguida, a imagem de São Roque, que seguia em um andor, foi saudada pelos clarins. Após as saudações mútuas, cada uma seguiu o seu roteiro.

A Caminhada Azoany é organizada por Albino Apolinário que ajudou a ampliar um evento iniciado por um morador do Pelourinho, seu Martin Fontes, 85 anos, como pagamento de promessa aos orixás Omolu e Obaluaê, senhores da cura e proteção contra as doenças e que dominam os mistérios sobre a vida e a morte.

Ainda hoje, durante a caminhada do Pelourinho ao Santuário de São Lázaro e São Roque, seu Martin segue firme com seu tabuleiro repleto de pipocas, em silêncio e concentrado em sua relação com seus deuses.

Seu Martin segue, concentrado, à frente da Caminhada Azoany. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE

Seu Martin segue, concentrado, à frente da Caminhada Azoany. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE

O culto a São Roque acontece em uma igreja que tem como marca amparar aqueles que sofrem por problemas de saúde e também pelo peso do passar dos anos. É uma história bonita de resistência de um culto em torno da solidariedade e que encontrou traços muito fortes da filosofia africana que o humanizou, sedimentou e ressignificou.

Chegada da Caminhada Azoany ao Santuário de São Lázaro e São Roque. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE

Chegada da Caminhada Azoany ao Santuário de São Lázaro e São Roque. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE

Esse ano, como repórter, tive o privilégio de cobrir a caminhada, mas também de conhecer o ogã Arivaldo Vivas que toma conta da Casa de Omolu e Obaluaê, uma gruta que fica na encosta atrás do hotel Othon Palace e que é ponto de romarias e agradecimento de gente que encontra na fé a força para cura. Lições preciosas, inclusive, para os dias de tanta intolerância.

O ogã Arivaldo Vivas toma conta da gruta que conserva o culto a Omolu e Obaluaê. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag.  A TARDE

O ogã Arivaldo Vivas toma conta da gruta que conserva o culto a Omolu e Obaluaê. Foto: Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE

Vivas, portanto a São Roque, Omolu, Obaluâe, Azoany, Kavungo e todo a nossa força ancestral.


Começam os preparativos para a Caminhada Azoany

postado por Cleidiana Ramos @ 3:17 PM
4 de agosto de 2010

Uma cena da Caminhada Azoany em 2005. Evento está completandoo 12 anos. Foto: Fernando Amorim, AG. A TARDE| 16.08.2005

Já estão caminhando os preparativos para a Caminhada Azoany realizada todos os anos no dia 16 de agosto.  O  seminário preparatório  será no dia 9 de agosto das 9h30 às 12h30. O tema é  “direitos humanos”. À tarde, das 14 às 17h30 acontece o segundo com o tema “religiosidade”. O seminário será realizado na sede do Ministério Público (Avenida Joana Angélica, Nazaré).

No dia 16 as atividades começam às 9 horas com missa na Igreja do Carmo onde está provisoriamente instalada a Irmandade do Rosário dos Homens Pretos. Às 11 horas começa a concentração na Praça do Reggae e às 13 horas será dada a partida com a animação do afoxé Korin Efan. O percurso é encerrado no Santuário de São Lázaro e São Roque, na Federação.

A Azoany surgiu a partir de uma caminhada organizada por Seo Martinho, morador do Pelourinho. Segundo Albino Apolinário, coordenador do evento, o nome é uma referência a uma divindade ligada à terra na tradição jeje semelhante à Kavungo do candomblé de tradição angola e Obaluaê da ketu.

A caminhada é organizada pela Associação Comunitária Alzira do Conforto. Do dia 11 até o dia 14 de agosto é possível trocar uma lata de leite de 400 g por uma camiseta da caminhada.

O horário para a troca é das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas na Praça do Reggae (Largo do Pelourinho). Outras informações pelo telefone 3497-2701 ou no blog da caminhada que é possível acessar clicando aqui.


Afro Imagem 1: Dia de São Roque

postado por Cleidiana Ramos @ 7:21 PM
16 de agosto de 2009
Foto: Marco Aurélio Martins | AG. A TARDE

Foto: Marco Aurélio Martins | AG. A TARDE

As homenagens duraram todo o dia de hoje no Santuário de São Roque e São Lázaro na Federação. Pedidos para o São Roque dos católicos, mas também o conhecido banho de pipoca para atrair saúde e bons fluidos, sob a proteção de divindades como Obaluaê, do candomblé ketu.


Afro Imagem 2: Caminhos abertos para a Azoany

postado por Cleidiana Ramos @ 7:21 PM
16 de agosto de 2009
Foto:  Fernando Amorim |  AG. A TARDE

Foto: Fernando Amorim | AG. A TARDE

Em sua 11ª edição, a Caminhada Azoany ganhou as ruas num percurso iniciado no Pelourinho em direção à Federação,  onde se encontrou com a procissão de São Roque. Homenagem do povo de santo à fé nas divindades que presidem os mistérios da cura para os problemas de saúde.


Domingo tem festa para São Roque e Caminhada Azoany

postado por Cleidiana Ramos @ 4:25 PM
14 de agosto de 2009
São Roque tem forte associação religiosa com divindades dos cultos afro-brasileiros. Foto: Matheus Magenta | AG A TARDE

São Roque tem forte associação religiosa com divindades dos cultos afro-brasileiros. Foto: Matheus Magenta | AG A TARDE

Neste domingo em Salvador tem manifestação religiosa com um forte acento afro-brasileiro. É o dia da festa para São Roque, que alcançou uma grande popularidade na cidade por conta da sua associação com divindades como Obaluaê,  e também da  Caminhada Azoany. 

No Santuário de São Roque e São Lázaro (Federação), tem missa às 7 e às 9 horas (esta com elementos da cultura afro-brasileira). A missa solene será às 15 horas, seguida de procissão.

Já a programação da 11ª edição da Azoany começa às 9 horas com uma missa na Igreja do Carmo, Pelourinho, onde atualmente está sediada a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

A igreja da irmandade está em reforma. As missas com a participação da confraria, como será o caso desta, tem um belíssimo rito inculturado, ou seja com elementos da cultura afro-brasileira. Logo após a missa tem a concentração na Praça do Reggae. A saída está marcada para às 13 horas, embalada pelo afoxé Kori Efan.

A caminhada segue para encontrar a procissão de São Roque. Para saber mais sobre a Azoany tem um post sobre ela aqui . Outra opção é  blog oficial da caminhada, que você acessa clicando neste espaço.


Novidades para a Caminhada Azoany

postado por Cleidiana Ramos @ 3:51 PM
12 de agosto de 2009
Cena da edição de 2005 da Caminhada Azoany . Foto: Fernando Amorim| AG. A TARDE

Cena da edição de 2005 da Caminhada Azoany . Foto: Fernando Amorim| AG. A TARDE

Tem novidades na preparação da já tradicional Caminhada Azoany, que reúne o povo de santo no dia da festa católica de São Roque. Azoany é uma das denominações jeje para as divindades Obaluaê e Omolu, do candomblé ketu e Kavungo do angola.

Este ano as  atividades começam mais cedo.  Amanhã, quinta-feira, com uma conferência na Casa do Benin das 14 às 16 horas. Na sexta, tem mais uma sessão de debates das 9 às 12 horas e a segunda das 14h30 às 17 horas. Todas elas serão ligadas a discussões sobre a religiosidade afro-brasileira.

No dia 16, as atividades começam com uma missa na Igreja do Carmo- sede provisória da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, pois a sua igreja está em reforma-, seguida da concentração para a caminhada na Praça do Reggae. As 13 horas é a saída embalada pelo afoxé Korin Efan. A marcha segue para a Federação onde se encontra com a procissão de São Roque.   

Ainda dá para conseguir a camisa da caminhada. Basta levar um quilo de alimento não perecível até a sede da associação Alzira do Conforto na sexta e no sábado das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas. A sede da Alzira do Conforto fica na Rua das Laranjeiras, 14, 1º andar, Pelourinho.