Os novos trabalhos de Érico

postado por Cleidiana Ramos @ 2:40 PM
13 de maio de 2010

Érico faz participação no episódio de hoje de A Grande Família. Foto: Cláudio Guimarães | Divulgação

Os fãs de Érico Brás, ator do Bando de Teatro Olodum, não podem perder o episódio de hoje de A Grande Família na Globo. Érico, que  é um dos destaques de Ó Paí Ó nos seus três formatos — peça, filme e série- vai fazer uma participação especial no programa.

A partir do próximo dia 21 de maio, Érico pode ser visto também como o policial Agenor no filme Quincas Berro D´Água de Sérgio Machado. O filme também tem a participação de Rejane Maia (que tem uma excelente atuação em Ó Paí Ó), Mary Batista e Elane Nascimento.


A timidez da primeira Helena negra

postado por Cleidiana Ramos @ 3:52 PM
28 de abril de 2010

Taís Araújo vive a personagem Helena em Viver a Vida. Foto: Berg Silva | Agência O Globo

A novela Viver a Vida já está chegando ao fim. Antes do começo da trama uma das informações mais citadas sobre a obra de Manoel Carlos era a presença de uma primeira protagonista negra em novela  do horário nobre da Globo, no caso a Helena vivida pela atriz Taís Araújo.

Os que esperavam que esta característica servisse de mote para discutir questões como o racismo, inclusive no mundo midiático, afinal a personagem é modelo, ficaram frustrados. A história de Helena, inclusive, perdeu espaço para outros dramas, como o da filha do seu ex-marido que ficou tetraplégica após um acidente.

Claro que todo mundo sabe que novela é entretenimento, mas a mesma emissora alardeia a necessidade de discutir questões relevantes para a sociedade brasileira em suas tramas. Esta inclusive é uma marca do próprio autor que já debateu ética médica, preconceito contra homossexuais, dentre outros temas.

Em tempos de debate sobre o racismo existente na sociedade brasileira e da defesa  ou combate das ações afirmativas como as cotas para negros nas universidades, seria interessante ver o tema surgir num produto que coloca diante da TV milhões de pessoas.

A questão racial surgiu rapidamente e de forma tímida apenas após a  cena em que o personagem de Lília Cabral esbofeteou o de Thaís Araújo e que foi veiculada na semana do Dia Nacional da Consciência Negra. A cena provocou protestos de segmentos do movimento negro organizado.

Um post sobre este episódio aqui no Mundo Afro (cliquem aqui para conferir) foi o mais acessado desde a criação do blog. A meu ver, Manoel Carlos perdeu uma boa oportunidade de mobilizar um debate sobre o racismo no País.

Agora que a trama está chegando ao fim, vale tentar saber o que vocês pensam sobre estas questões. Comentem.


A estreia de Taís no horário nobre

postado por Cleidiana Ramos @ 2:29 PM
14 de setembro de 2009
Taís Araújo é a mais nova Helena de Manoel Carlos em Viver a Vida. Foto: Berg Silva | Agência O Globo

Taís Araújo é a mais nova Helena de Manoel Carlos em Viver a Vida. Foto: Berg Silva | Agência O Globo

Hoje começa a nova novela das oito, que na verdade começa quase nove, da Globo: Viver a Vida. Não é que eu tenha me tornado uma noveleira de carteirinha- faz tempo que uma trama não prende a minha atenção-, mas a novela de Manoel Carlos está fazendo história: é a primeira vez que uma atriz negra protagoniza o chamado horário nobre da Globo.

Vale ressaltar que aqui não vai nenhum tipo de comemoração, pois isto é assunto muito mais complexo, mas apenas  um registro que considero importante.

Taís já tinha feito a primeira protagonista negra em uma novela da Globo: Da Cor do Pecado. Mas o primeiro trabalho da atriz como dona do principal papel foi Xica da Silva na extinta Rede Manchete, em 1996.