Seminário destaca história da nação angola na Bahia

postado por Cleidiana Ramos @ 11:21 AM
21 de outubro de 2010

Seminário destaca história da nação angola na Bahia, com destaque para a vertente denominada angolão paquetan que tem Tata Mutá Imê como um dos representantes. Foto: Aristides Alves| Divulgação

Hoje, às 19 horas, no Museu Carlos Costa Pinto, Corredor da Vitória, tem o seminário sobre a nação angola na Bahia. O debate vai ser conduzido pelo Tata de Inquice, Mutá Imê, o  doutor em Antropologia, Renato da Silveira, eu e a diretora do Ceao e coordenadora do Grupo de Capoeira Nzinga, Paula Barreto.

O seminário é mais uma atividade para marcar o lançamento dolivro A Casa dos Olhos do Tempo que Fala da Nação Angolão Paquetan. A publicação traz artigos sobre a história do candomblé angola na Bahia, a linhagem do Terreiro de Mutá Lambô ye Kaiongo, comandado por Tata Mutá, informações sobre etno-botânica religiosa, dentre outras.

No museu também estão em exposição as fotografias sobre o terreiro feitas pelo fotógrafo Aristides Alves que é o coordenador da publicação.  A exposição fica até o dia 20 de novembro e pode ser visitada de segunda a sábado, exceto na terça-feira, das 14h30 às 18 horas

Tags: , , , , , , ,

Deixe seu comentário