Momo reina e hoje já tem samba e afro na avenida

postado por Cleidiana Ramos @ 8:36 AM
11 de fevereiro de 2010

Daqui a pouquinho, Momo começa a reinar em Salvador. O Carnaval 2010 da cidade faz uma homenagem aos 60 anos de criação do trio elétrico, que é a alma da festa daqui.

E para quem prefere o chamado Carnaval Cultural, que é o feito pelas entidades de matriz africana, hoje tem no Campo Grande, a partir das 22h30, a chamada “noite do samba”.

O primeiro a desfilar é o bloco Alerta Geral, com Dudu Nobre, Arlindo Cruz, Banda Fora da Mídia e Dhi Ribeiro. Em seguida o pagode Total traz Bambeia, Ginga Sensual, Pagode Total, Os Caras e Compadre Washington.

Em seguida vem o Bankoma, o bloco organizado pelo terreiro São Jorge da Goméia, localizado em Lauro de Freitas e que traz além do som contagiante, belíssimas fantasias e adereços. Tudo é feito pela própria comunidade do terreiro.

E tem mais samba com o Amor e Paixão, puxado por Nelson Rufino, Batifun, Paparicco Movimento, Juliana Ribeiro e Sangue Brasileiro, além de Proibido Proibir & Revelação com o Grupo Revelação e Fundo de Quintal.

Para esquentar as baterias tem aí abaixo um vídeo de Chame Gente. A música, que é de Armandinho, com letra de Moraes Moreira, se tornou o hino do Carnaval de Salvador. No vídeo abaixo, a música é interpretada por Daniela Mercury.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Momo reina e hoje já tem samba e afro na avenida”

  1. Carlos Mário de Amorim Barreto  Says:

    A Prefeitura de Salvador errou feio nesta quinta feira ao fechar ruas, pois hoje ainda é dia de trabalho para muitos e não deveria ter permitido o assalto da cidade por vendedores ambulantes como já está acontecendo. A região de Ondina, Barra e localidades periféricas a estes bairros parece mais uma favela. E por que não dizer, um atentado à saúde da população consumista: são colchões, panos e plásticos fedorentos, feios e sujos. Como SSA é uma cidade turistica, melhor razão para cuidar do seu visual e da saúde da população e dos turistas. Muitos dos ambulantes estão ali fazendo bico e todos não entendem nada de higiene, etc., isto é não tem escrupulo e nem compromisso com a higiene. A Prefeitura deve ter pulso no particular, impedindo, até, que venham pessoas de outros Municípios, como ví, transportando quiosques( O POINT DO ESPETINHO) para “faturar” na festa de SSA, enfeiando a cidade. NOTA ZERO PARA A PREFEITURA pelo aqui descrito.

  2. Rosivalda Barreto  Says:

    A única coisa que presta no carnaval, que inventaram ser cultural, é esta noite do samba. O resto é resto, a mesma mesmice. A imprensa puxando o saco de Ivete e Bel. No mínimo falando da performance da cantora depois de se tornar mãe, assim como foi com Cláudia Leite no ano anterior. E no mais mostrar celebridades nos camarotes. Realmente de cultural e tradição que foi o que fez o carnaval de Salvador ser um dos melhores, já morreu.
    Agora é o carnaval do mercantilismo, mercadorização e do loteamento das ruas para os toldos, as antigas barracas, isopor para os vendedores de cervejas, churrasco, cachorro quente, catadores de latinhas, pessoas miseráveis que vivem de catar migalhas para venderem o quilograma a um centavo e os cordeiros que trabalham para ganhar 25 reais por dia. Além do estatuto da folia. Mais engraçada que a maioria negra de Salvador, seus blocos não têm patrocinadores, sendo a maioria que consome no dia-a-dia, mas os de elite tem em excesso.

Deixe seu comentário