Ministério e secretarias começam ano com novos gestores

postado por Cleidiana Ramos @ 11:39 AM
5 de janeiro de 2015
Nilma Gomes é a nova titular da Seppir; Vera Lúcia dirige a Sepromi; Olívia Santa é secretária de Política para as Mulheres e Jorge Portugal assumiu a Secult. Fotos: Divulgação; Carol Garcia / GovBa; Edilson Lima / Ag. A TARDE/ 02.03. 2014; Claudionor Junior / Ag. A TARDE/ 23.02.2010

Nilma Gomes é a nova titular da Seppir; Vera Lúcia dirige a Sepromi; Olívia Santana é secretária de Política para as Mulheres e Jorge Portugal assumiu a Secult. Fotos: Divulgação; Carol Garcia / GovBa; Edilson Lima / Ag. A TARDE/ 02.03. 2014; Claudionor Junior / Ag. A TARDE/ 23.02.2010

As gestões públicas federal e estadual começam o ano com novos titulares no ministério e secretarias que são cruciais nas  políticas voltadas para a população negra.

A nova titular da Secretaria Especial de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial (Seppir), que tem status de ministério, é a mineira Nilma Lino Gomes. A ministra é pedagoga, mestra em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), doutora em antropologia social pela Universidade de São Paulo (USP)  e pós-doutora em sociologia pela Universidade de Coimbra, Portugal.

Professora da UFMG e pesquisadora da área de relações étnico-raciais, Nilma foi a primeira mulher negra a chefiar uma universidade federal brasileira: a Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), que, inclusive, tem um campus na Bahia, em São Francisco do Conde.

A Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade (Sepromi) tem como nova titular a ex-dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Vera Lúcia Barbosa. Natural de Eunapólis, cidade localizada no extremo sul da Bahia, Lucinha como também é chamada pelos movimentos sociais, foi titular da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM), durante o governo Wagner.

A SPM será dirigida por Olívia Santana, que vem da militância histórica do movimento negro. Fundadora da Unegro e filiada ao PCdoB, Olívia já foi secretária municipal de Educação, quando adotou como principal política a operacionalização da Lei 10.639/2003, que estabelece o ensino de História da África e Cultura Afro-Brasileira;  ocupou também uma vaga na Câmara de Salvador e em 2012 concorreu como vice na chapa encabeçada por Nelson Pelegrino para prefeito da capital baiana.

Já a pasta estadual de Cultura (Secult) tem Jorge Portugal. Professor conhecido por suas aulas lúdicas, o novo secretário tem dito que sua principal missão será fazer uma interação entre as ações culturais e  educacionais.

Boa sorte aos novos gestores e que eles tenham uma atuação que renda bastante conteúdo positivo para o Mundo Afro, ou seja, notícias que a gente publica com o coração em festa.

Tags: , , , , , , ,

Uma Resposta to “Ministério e secretarias começam ano com novos gestores”

  1. Raquel Mendonça Alves Pereira  Says:

    Muito orgulho, felicidade e principalmente esperança de um mundo melhor igualitário, sei que não farão milagres,abrirão caminhos e possibilidades estejamos atentos as oportunidades…

Deixe seu comentário