Ideias em palavra: Resignificação da negritude

postado por Cleidiana Ramos @ 6:25 PM
16 de setembro de 2009
Jocélio Teles analisa em livro inserção da questão negra no Estado brasileiro. Foto: Elói Corrêa|AG. A TARDE

Jocélio Teles analisa em livro inserção da questão negra no Estado brasileiro. Foto: Elói Corrêa|AG. A TARDE

O livro O Poder da Cultura e a Cultura no Poder- a disputa simbólica da herança cultural negra no Brasil, de autoria do doutor em antropologia, Jocélio Teles, e editado pela Edufba, é ideal para quem deseja compreender como aconteceu a inserção de questões ligadas à identidade negra e religiões de matrizes africanas na pauta do Estado.

O autor discute como estes temas se tornaram um assunto crucial para as instâncias de poder e as formas como as organizações do movimento negro político e também o religioso se movimentaram neste contexto.

Um outro ganho do livro de Jocélio é a linguagem. Apesar da complexidade do tema, o livro tem uma escrita leve, capaz de ser compreendida de primeira, diferente de algumas abordagens acadêmicas que de tão intricadas faz quem não está acostumado com os meandros da teoria abandonar a leitura.

O períoodo de análise do livro vai dos anos 60 aos 90 e é interessante constatar como os símbolos afro-brasileiros foram ganhado novos significados  para o Estado e para os próprios movimentos sociais.

É também interessante as informações sobre o período de perseguição aos terreiros  de candomblé e o contexto em que saiu o decret0 do governo baiano acabando com a necessidade da retirada de autorização para a realização dos cultos em 1976 .

O livro também apresenta um panorama de como o racismo foi tratado pelas várias representaçõs do Estado brasileiro neste período.

Jocélio Teles, atualmente, é coordenador do Programa de Pós Graduação em Estudos Étnicos e Africanos (Pós Afro), mantido pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Ufba e sediado no Ceao.

É também autor do estudo O Dono da Terra- o caboclo nos candomblés da Bahia, que a gente já não acha facilmente. Trata-se de uma obra que precisa de uma reedição urgente, pois é muito valiosa, afinal ainda são poucos os estudos sobre candomblé de caboclo, diante da sua continuidade e cada vez mais crescente inserção nos terreiros.

Ele foi também diretor do Ceao e coordenador da pesquisa Mapeamento dos Terreiros de Salvador, publicada há dois anos. As livrarias onde é mais fácil encontrar O Poder da Cultura e a Cultura no Poder  são as especializadas como a do Ceao, as da Edufba e a LDM.

Tags: , , , ,

Deixe seu comentário