Grupos afro celebram Revolta dos Búzios

postado por Cleidiana Ramos @ 5:31 PM
29 de setembro de 2010

Conen é uma das entidades que participa do movimento de amanhã. Foto: Luciano da Matta | Ag. A TARDE| 18.11.2005

Amanhã, a partir das 16 horas, com concentração no Campo Grande, tem festa por conta dos 212 anos da Revolta dos Búzios.

Além de religiosos de matriz africana e representantes das entidades do movimento negro organizado, o evento vai ser embalado pelas bandas do Olodum, Malê Debalê, Os Negões, Muzenza, Cortejo Afro, Okambí, Afoxé Filhos do Congo e Ilê Aiyê.

A organização tem o apoio, além desses grupos culturais afro, da Unegro, Coletivo de Entidades Negras (CEN), MNU, Cordenação Nacional de Entidades Negras (Conen) e Instituto Pedra do Raio.

As principais reivindicações do evento são:  liberdade religiosa, cultura de paz, financiamento público e privado da cultura afro-brasileira, ações para a operacionalização da da Lei 11.645/08, que inclui nos currículos escolares o ensino de História da África, Cultura Afro-brasileira e História e Cultura Indígenas, ações afirmativas na saúde, saneamento básico, emprego e renda, moradia e educação.

A Revolta dos Búzios, ocorrida em 1798, foi um dos mais avançados movimentos em defesa da cidadania. Seus líderes, todos negros, foram mortos pelo poder político da época.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Grupos afro celebram Revolta dos Búzios”

  1. Carlos Scorpião  Says:

    Oportuna mas atrasada, não dá mais para convivermos com o impune assassinato de jovens negros marginais ou não, não se mata bandidos de classe média, mesmo que cometendo atrocidades, vide Suzane Von Richstoffen, para alguns ela é linda, chegou até a denunciar assédio de Promotor, se é verdade ou não… Quando aparece uma bandida de classe média muitos inclusive Datena, acha linda, ainda bem que Caetano nunca se pronunciou sobre! Enfim como militante dos primeiros momentos e ainda, fico todo os dias,indignado com as atrocidades policiais, os desrespeitos dos meios de comunicação no “julgamento” sumário de pessoas negras presas sem Mandado policial, em programas onde apresentadores têm passado nada isento para vociferarem contra as drogas, e a cumplicidade de muitos leitores e cidadãos com o extermínio, até quando matam um dos seus! Portanto, precisamos de um fórum permanente como o foi antes e participei começamos em Canabrava, quando da primeira Chacina, depois Lobato… Mortes diárias onde nunca se chega aos policiais culpados e quando se julga algum é porque matou um juiz, numa postura claramente discriminatória e racista,não podemos fazer caminhadas em momento elitoral pois pode parecer apoio ou omissão. Wagner vai ser cobrado quando das ações criminosas das policias, ele é o Comandante?

  2. Eduardo Reis  Says:

    O vem acontecendo em todo o Brasil em relação a violência com os jovens negros realmente é um absurdo….Mas não devemos sair por ai colocando a culpa sempre nos policiais….Existe sim muitas vezes o exagero na forma de abordagem, mas o que leva isso? Falo porque tb sou de bairro pobre, sou negro e sempre que fui abordado nunca sofrir nenhum tipo de constragimento.Nunca me envolvi com drogas, ao contrario destes, que vem a cada dia que passa sofrendo com a atitudes destes “policiais”, que por conta de uma minoria vem manchando a imagem da corporação.

Deixe seu comentário