Especial de A TARDE é finalista do Prêmio Jornalista Abdias Nascimento

postado por Cleidiana Ramos @ 11:10 AM
15 de outubro de 2012

Epo Pupa é finalista do Prêmio Jornalista Abdias Nascimento. Foto: Raul Spinassé/Ag. A TARDE

Gente: sabe aqueles dias em que a gente tem  bons motivos para comemorar? Pois é! Hoje A TARDE faz 100 anos entrando para um seleto de grupo de 25 periódicos brasileiros. Há pouco ficamos sabendo (digo, no plural, pois outras companheiras e companheiros estão incluídos) que somos finalistas, na categoria Mídia Impressa, do Prêmio Jornalista Abdias Nascimento com o especial Epo Pupa- a marca do dendê, publicado em 18 de novembro do ano passado.

O caderno fez uma viagem pela influência que o azeite derivado deste fruto tem sobre os mais variados segmentos da vida baiana: culinária, claro, mas também religiosidade, artes, moda e por aí vai. O grupo de finalistas do especial é formado por mim, Juliana Dias, Juracy dos Anjos, Maíra Azevedo e Meire Oliveira. O caderno é vinculado à editoria Salvador sob a coordenação de Cláudio Bandeira.

Além das dicas pedagógicas para usar o material jornalístico em sala de aula, o especial trouxe mais uma invoação: a tradução dos textos para o inglês comemorando o Afro XXI – Encontro Ibero-americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes, que reuniu diversos páises da diáspora negra em Salvador no ano passado.

Sobre o prêmio: o Abdias Nascimento está em sua segunda edição e é voltado para premiar trabalhos jornalísticos que abordam as questões raciais e de gênero. São sete categorias que concorrem a um total de R$ 35 mil em premiação.

O Prêmio Jornalista Abdias Nascimento é organizado pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio), vinculada ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro em parceria com a Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) e do Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil (Unic-Rio). O prêmio tem patrocínio  da Fundação Ford, Fundação W. K. Kellogg e da Oi.

Na categoria Mídia Impressa o Epo Pupa concorre com Desigualdade em trabalhos iguais (Antonio Gois e Alessandra Duarte); Caó 70 anos de luta (Adilson Gonçalves, Revista Raça-SP) e Série Pérolas Negras (Sergio Maggio, Correio Braziliense- DF).

Tags: , , , , , , ,

Deixe seu comentário