Educaxé: O negro e a política- Parte I

postado por Cleidiana Ramos @ 2:52 PM
6 de agosto de 2009
Nicolau Maquiavel é o autor do célebre livro "O Princípe". Foto: Reprodução| Arquivo A TARDE

Nicolau Maquiavel é o autor do célebre livro "O Princípe". Foto: Reprodução| Arquivo A TARDE

Jaime Sodré

Entende-se por política, dentre muitas definições, a atividade que resulta em organização, direção ou administração de ações em beneficio de uma comunidade. A grosso modo podemos dividi-la entre política interna e política externa. Em uma sociedade democrática esta atividade pode corresponder às ações dos cidadãos que ocupam cargos públicos, levados ao poder pelo voto, efetivada pelos seus co-cidadãos.

A palavra Política é de origem grega. Os gregos estavam organizados em cidades-estado chamadas Polis, nome do qual se origina a palavra Politike, no sentido geral, e Politikós no sentido de cidadãos.  Para Aristóteles, “o homem é um animal político”.

Em termo de ações básicas, a arte da política implica em gerenciar o modo de governo por meio de uma organização política; aplicar meios adequados e licítos para a obtenção de vantagens, o que, segundo Bertrand Russel seria “o conjunto de meios que permitem alcançar os efeitos desejados”.

Já para Nicolau Maquiavel, no célebre O Príncipe, seria “a arte de conquistar, manter e exercer o poder”, ou seja, o governo. Na época contemporânea, política ganhou novos significados, tais como: ciência do Estado, doutrina do Estado, ciência política ou filosofia política.

A política é exercida pela conquista do poder, que poderá, em síntese, significar o “poder econômico”, ou seja, a posse de certos bens ou fatores de produção. Histórica fonte de poder em relação às classes que detêm a força de trabalho, logo, quem tem fartura de poder econômico poderá determinar o comportamento de quem não o tem, mediante promessa ou concessão de vantagens.

Já o “Poder ideológico” baseia-se na influência que as ideias exercem sobre a visão e conduto de grupos sociais, responsáveis pelas ações e coesão dos grupos. O “Poder político” serve-se de diversos instrumentos, objetivando ações aplicadas a um determinado grupo social, extensiva às ações de força, que a detém, exclusivamente, em relação aos grupos sob a sua influência.

O que a política pretende, em suma, é alcançar por suas ações democráticas a unidade do Estado, garantia de direitos e deveres iguais, estabilidade, o bem-estar coletivo, a prosperidade, a liberdade, os direitos civis e políticos, os direitos humanos, a independência nacional, dentre outros benefícios.

Propomos que vocês observem a aplicação do “exercício político” por parte de “grupos negros”, no decorrer da história do Brasil, África e a diáspora, identificando ações antagônicas ou de coesão, dentro de um mesmo grupo racial ou etnias antagonistas.

Sugerimos também o levantamento dos partidos políticos e seus ideários, principalmente no Brasil, e a relação de políticos negros ou não, comprometidos com os anseios da comunidade afro-brasileira.     

Perguntas para aprofundar a pesquisa sobre o tema: 

1. O que é política?

2. Quem foi Aristóteles?

3. Quais as principais conclusões de Maquiavel em seu livro O Princípe? 

 

Jaime Sodré é historiador, professor e religioso do candomblé
 

 

Tags: , , , , ,

3 Respostas to “Educaxé: O negro e a política- Parte I”

  1. santiago  Says:

    Preciosas informações tendem a ser, nesta terra, descobertas e comentadas com o tempo. Está – mais uma vez – de parabéns o nosso Professor Sodré, que tanto dignifica e orgulha a todos nós, bahianos ou não.

  2. Valdir Estrela  Says:

    Cleidiana, ter um colaboarador da estirpe da do professor Jaime Sodré em sua coluna é sinal evidente de prestígio por sinal bastante merecido. É um espaço de qualidade e marcado pelo compromisso efetivo com uma sociedade mais igual e humana. Parabéns

  3. Cleidiana Ramos  Says:

    Valeu Valdir. Obrigada!

Deixe seu comentário