Consciência Negra 2009: Consciência Negra no punhos e mentes

postado por Cleidiana Ramos @ 1:05 PM
24 de novembro de 2009
Hamilton Borges mostra aspecto cidadão da prática do boxe. Foto: Fernando Amorim| AG. A TARDE

Hamilton Borges mostra aspecto cidadão da prática do boxe. Foto: Fernando Amorim| AG. A TARDE

Hamilton Borges Walê

(…) Norman levaria alguma coisa consigo, esperando não ser demasiadamente ambicioso. Pois o boxe peso pesado é quase totalmente negro, tão negro como os bantus.  De modo  que o boxe se tornou mais uma chave para revelações sobre o negro, mais uma chave para emoção negra, a psicologia  negra, o amor negro”  (Norman Mailer, A luta- Companhia das Letras, 1975,pag.42)

O Boxe é considerado um esporte olímpico, uma das maiores expressões esportivas do Brasil e, particularmente, do Estado da Bahia. Infelizmente, não tem a  visibilidade,  apoio  e reconhecimento que o faz um dos esportes mais premiados no mundo. Prêmios, títulos e glórias conquistadas ficam imediatamente esquecidos,o que leva atletas de peso a defenderem bandeiras de outros estados da federação.

Até os anos de 1980, era normal, num dia de luta, vermos o Ginásio Antônio Balbino (O Balbininho) receber mais de 5000 pessoas (público pagante) para espetáculos de boxe com ampla narração e cobertura da grande impressa esportiva. O boxe  é uma realidade social que atinge toda tessitura do território de Salvador. Em cada bairro e região existe uma academia de treino e competição, a maioria nacionalmente premiada.

Boxe sempre fez parte da vida e identidade cultural dos moradores de Salvador. Seja nos desafios orquestrados nos anos 20, entre capoeiras e pugilistas, seja na busca por profissionalização, o que resultou na ascenção de grandes atletas olímpicos e profissionais que até hoje nos presenteiam com prêmios, medalhas e honrarias dignas da “Nobre Arte”.  No entanto, temos conhecimento das péssimas condições de funcionamento das academias que tem formado atletas de ponta para disputarem  títulos nacionais e internacionais com países  com alto grau de investimento neste  esporte, destacando-se  Cuba, EUA, Rússia e Japão.

O treino na laje, a falta de alimentação adequada dos atletas, a falta de recursos e patrocínio podem ser os piores adversários deste segmento esportivo. No que tange sua prática, o Boxe, por suas regras severas garante um baixo nível de letalidade, estando atrás até de esportes como o futebol.

O Torneio Zumbi dos Palmares de Boxe, vem como um simples instrumento para dar visibilidade a esta prática desportiva, criar um espaço de debate e diálogo sobre o boxe, fazer constar na agenda política local informações sobre esse esporte que carrega a marca da luta, da garra e da esperança, como legados do Herói Negro Zumbi dos Palmares.

A data proposta para a realização do Torneio Zumbi dos Palmares de Boxe  revela ainda outra questão de grande importância para nossa atual busca de reparação histórica e humanitária. Temos uma hipótese, não agradável é certo, de que a prática do boxe exercida por atletas em sua maioria negros e negras das classes  populares  carrega um estigma, uma marca histórica de racismo que resulta na falta de apoio para uma parcela significativa da população da cidade. Por isso apresentamos de forma inaugural para esse debate sobre superação de desiguldades raciais um intrumento de Reparação.

O boxe é um instrumento sócio-educativo de grande importância no combate a violência instalada nas comunidades pobres e periféricas, sobretudo, e que atinge preferencialmente a juventude. A prática do boxe tem servido ao propósito de direcionar  esta juventude a uma alternativa de cidadania plena e responsável.

O Torneio Zumbi dos Palmares de Boxe, vai acontecer no dia 27 de Novembro de 2009, na Praça Municipal em frente ao Elevador Lacerda. Ao tempo em que celebra a consciência negra em nosso município, busca dar visibilidade à pratica esportiva do boxe e o reconhecimento aos atletas do passado que deixam seu legado de luta e resistência.Os propósitos deste torneio são sociais e pretendem criar espaços de diálogos intersetoriais  para o fortalecimento desse esporte, já vitorioso em nosso município e Estado.

Nesse mês  em que  celebramos a consciência negra tendo Zumbi dos Palmares como símbolo, parece que nós, praticantes do Boxe pedimos ao poeta Limeira um verso emprestado, é que a cada rodada de lutas que  fazemos  Palmares  se reinventa, Palmares surge  novamente de novo, e novo é entender que por dentro da dor instalada pela violência a juventude negra e pobre de Salvador vai criando alternativas pelo esporte, pela luta.

Hamilton Borges Walê,militante do Movimento Negro e praticante de Boxe

 

Tags: , , ,

12 Respostas to “Consciência Negra 2009: Consciência Negra no punhos e mentes”

  1. haamanda  Says:

    é isso que devemos fazer para dar mais dignidade a população negra que sofre nas comunidades …

    muito legal a reportagem !

  2. Marcela souza - Arbitra de boxe  Says:

    Parabéns pelo evento,pelo seu trabalho com nosso povo e boa sorte!!
    Quando um NEGRO sobe um degrau,deve ajudar o outro a subi-lo e não deixá-lo para tras!

    PArabÉNS!!!

  3. Emerentino  Says:

    Meus respeitos a esta personalidade do mundo, Dr. Hamilton Borges.

  4. Gabriel Leão  Says:

    Gostaria de saber mais sobre este torneio. Mantenho um blog de boxe http://cornerdoleao.blogspot.com/

    Alguém pode me passar o contato de Hamilton Borges?

    Abraços

    Gabriel Leão

  5. Michel Chagas  Says:

    Parabéns Hamilton, pela ótima iniciativa.
    Prosiga firme na missão.

  6. fabio  Says:

    Penso que o negro não deve ficar limitado ao boxe como único meio ascensão social. Deve-se investir e conciliar duas dimensões importantíssima para juventude negra educação e esporte. Não basta apenas dá luvas de boxe! É preciso dá livros também!

  7. Melqui Daves  Says:

    concordo plenamente com Fábio!

  8. Capitão Marinho  Says:

    Hamilton,
    Fico muito feliz em ler que você prossegue na missão de criar oportunidades para os nossos jovens-negros. INFELIZMENTE, tidos por muitos – preconceituosos – como símbolo de bandidagem. Não podemos aceitar que simbolizem os nossos jovens-negros como bandidos.
    Irmão, parabéns pela iniciativa. Prossigua na missão, a luta continua!
    “Tamo junto e misturado”

  9. AILTON BORGES  Says:

    VEJO COM OTIMISMO O DESTEMOS DO SENHOR HAMILTON BORGES PELA LUTA CONTRA O PRECONCEITO RACIAL ATRAVES DE AÇÕES AFIRMATIVA PARABENS QUERIDO UM GRANDE AXE

  10. AILTON BORGES  Says:

    NA QUALIDADE DE JUIZ DE PAZ E ARBITRAL, ESTOU ENVOLVIDO NA LUTA CONTRA O PRECONCEITO RACIAL ATRAVÉS PELO CAMINHO QUE JA CONTRUIMOS QUE É A PAZ

  11. Ricardo S. do Carmo Reis  Says:

    Hamilton Borges é uma daquelas pessoas que nos emociona e ao mesmo tempo nos encoraja a continuar caminhando no combate ao racismo quando discursa acerca das relações sócio-raciais. Isso me exorta a continuar combatendo, obstinadamente, o racismo em todas as suas formas e manifestações, no plano individual, mas sobretudo no plano coletivo e institucional.

    “Vamos levante e lute senão agente acaba perdendo o que já conquistou”. (Edson Gomes)

  12. wikipehyt  Says:

    Hamilton é uma daquelas pessoas que nos emociona e ao mesmo tempo nos encoraja a continuar caminhando no combate ao racismo quando discursa acerca das relações sócio-raciais. Isso me exorta a continuar combatendo, obstinadamente, o racismo em todas as suas formas e manifestações, no plano individual, mas sobretudo no plano coletivo e institucional.

    “Vamos levante e lute senão agente acaba perdendo o que já conquistou”. (Edson Gomes)

Deixe seu comentário