Cabelos afro nos trinques

postado por Cleidiana Ramos @ 5:53 PM
19 de julho de 2011

Olívia conserva seus cabelos belos e embeleza também os nossos. Foto: Fernando Amorim|Ag. A TARDE|27.12. 2002

Hoje o papo é, principalmente, para as meninas. Prometo que faço um post especial depois para os rapazes. O assunto: cabelos.

O meu está naquela fase problemática do crescimento que muitas de vocês sabem como é. Daí que batendo papo com amigas percebi que não importa o tamanho e a textura, é sempre incansável a procura por bons resultados. Vou então dividir o aprendizado com essas conversas.

Começo por quem já decidiu que não vai mais usar química de jeito nenhum. As opções vão do estilo black às tranças. Eu tenho optado em variar entre os dois. É divertido e permite mudar sempre o visual.

Em relação às tranças prefiro aquelas em forma de tiaras. Considero-as super charmosas e dá para mexer de várias jeitos no cabelo. Mesmo no estilo natural, hidratação é fundamental. O nosso cabelo é super sensível. E numa cidade como Salvador, cheia de sol e brisa de mar, os cuidados precisam ser redobrados.

Eu encontrei na linha Colágeno da L´oreal bons resultados. Claro que nada fica como o cabelo de Taís Araújo no comercial até porque ela está de megahair (risos). Mas no meu cabelo o uso do shampoo, condicionador e creme de tratamento da linha funcionou. Os cachinhos ficam definidos e, pelo menos no dia da lavagem ficam realmente hidratados o dia inteiro, além de super macios.

Também usei um tempo o umidificador da mesma linha e o creme de pentear, mas embora o cabelo fique modelado e arrumadinho fica crespo para o toque, endurecido mesmo. Mas já notei que isso acontece com outros produtos da marca. Um aviso para os fabricantes.

Um outro creme legal para os nossos cabelos é o de tutano da Bioextratus. Ele deixa o cabelo com uma textura legal para o toque e não é gorduroso. Atenção na compra, pois estou falando do ativador de cachos,  indicado para cabelos crespos. Tem um outro com a embalagem super parecida que é para todos os tipos de cabelo e não funciona tão bem nos nossos.

Outra dica é não exagerar no creme. Além de abrir portas para caspa, pois deixa o couro do cabelo gorduroso, fica com aquele efeito de sujeira. Nada em excesso presta.  

Para optar pelas tranças as nossas opções são variadas. Apelem para o talento e criatividade das cabeleireiras Olívia, Bárbara, Negra Jhô e Geruza.

Agora vamos falar um pouquinho dos processos químicos. Sim, porque relaxamento, permanente, defrisagem e outras palavrinhas são sinônimos para a velha química. O que varia são as substâncias utilizadas. Embora fabricantes e usuários caprichem no discurso, tudo que muda o fio é processo químico, não natural.

Eu, particularmente, fugiria da tal da escova definitiva. Aquilo definitivamente, com a licença do trocadilho, não foi feito para os nossos fios. Observem como o cabelo crespo quando passa pelo processo fica sem brilho, com um fio estranho. A partir da quarta ou quinta sessão, o cabelo parece um zumbi, sem vida.

Além disso, usar chapinha ou escova todo dia, um método a quente, agride os fios, pois os desidrata e deixa quebradiços. Sem falar que você não pode chegar perto de água. Já pensou uma chuva rápida como às vezes cai aqui na cidade? Nesse caso não há pente que dê jeito. O cabelo fica com um frizz (aquele efeito arrepiado) quase eterno e só volta ao normal após uma lavagem.

Mas se você é daquelas que quer porque quer o efeito liso total faça uma boa queratinização. Mas faça em salão. O problema é que costumam ser caras.

Já quem recorre à química apenas para controlar o volume uma opção mais razóavel é só alisar a raiz. Aí o cabelo enrola e fica até mais charmoso. Pelo menos eu acho. Mas, meninas, nesse caso também hidratação é tudo. Mas faça em salão pelo menos uma vez por mês.

Eu sempre confiei na antiga amônia. Nas outras vezes que fui atrás de substâncias então na moda me dei supermal e o  cabelo partiu na metade. Permanente nunca pude fazer, pois o meu cabelo já tem fios suficientes para três cabeças (risos).

O bom é que, como dá para notar, hoje a gente tem várias opções para os nossos belos cabelos. Como eu gostaria que isso ocorresse quando eu ainda era criança e a ditadura da estética europeia mandava que os nossos cabelos ficassem curtos no toquinho ou presos à base de muita brilhantina e creme de mocotó. Que horror!

Viva a lutas como a do Ilê Aiyê e do MNU para fazer valer a nossa estética. Até a indústria já percebeu que nós,negros, também consumimos beleza, afinal somos belos também, ora, pois!, e tem lançado produtos específicos para os nossos fios. Se vocês tiverem outras opções, inclusive, de produtos comentem aqui.    

Tags: , , , , , , , , ,

16 Respostas to “Cabelos afro nos trinques”

  1. Maria Tereza  Says:

    Olá,
    Que legal, gostei muito de ler informações preciosas sobre cabelos crespos. Luto com os meus, pois quero tê-los no estilo afro, acabo não tendo paciência e então, lá vou eu fazer relaxamento na raiz, pois assim como vc. tenho cabelos para três cabeças(rsrsr). E, agora, do alto dos meus 4.9 os grisalhos insistem em aparecer por toda a cabeça , inclusive na frente onde os fios ficam quebradinhos(ai que chatos), mas fazer o quê com eles?
    Costumo prendê-los no alto da cabeça e deixar arrepiados nas pontas. Tenho vontade em fazer tranças,aquelas fininhas, porém os branquinhos vão aparecer logo, então desisto.
    Um dia ainda cosigo deixá-los bem afro, bonitão mesmo como vejo em lindas cabeças negras.
    Bjs

  2. Deise  Says:

    Parabéns pela matéria!!!Amei!Eu estava no processo com os químicos, mas de dois meses pra cá, fui cortando meus cabelos e agora assumi o meu black que está lindoooooooooooooo!!!
    Contineum assim : incenticando as mu]heres da nossa raça a assumirem os seus cabelos crespos; eu passei assumie , a diferença é grande, mas realmente é muito mais bonito!
    bjss

  3. Cleidiana Ramos  Says:

    Que bom que você gostou Maria Tereza. Uma boa saída pode ser você usar tranças, com o uso de fibras na frente até que os fios mais curtos cresçam e, no lugar do relaxamento, usar a química apenas para colorir os brancos. Você pode até brincar com vários tons. Fica legal também. Mas mesmo no caso de tintura, o segredo mesmo é hidratação para minimizar os efeitos da química. Abraços.

  4. Cleidiana Ramos  Says:

    Valeu Deise. E se tiver sugestão de produtos manda pra gente compartilhar. Abraços.

  5. Rita  Says:

    Amei a matéria! Sempre vario o uso do meu cabelo. Ora alisado, ora trançado, ora cacheado. O bom é que posso mudar sempre e não fico na mesmice. Abçs.

  6. Hilma  Says:

    Cleidiana,muito obrigada pela linda materia,prabéns!!!
    Não perco uma!
    Grande abraço!

  7. leitora  Says:

    Gostei muito do post, tenho cabelo crespo e em 2006 resolvi apostar no black, cortei bem curto e deixei crescer…ficou lindo e o melhor é que não demorou para crescer, como muita gente fala. no ano passado enjoei do visual sem química e voltei a usar guanidina, o cabelo continua lindo, só que menos cheio….adoro dos 2 jeitos,e acho que cada um deve usar o que se sente melhor!!

  8. Lorena  Says:

    Adorei a matéria! Há oito meses não uso química, e quase dois anos não escovo meu cabelo!Poderia por gentileza, postar o endereço dos salões das cabeleleiras que você citou?
    Grata desde já ;)

  9. olivia  Says:

    CLEIDIANA VALEU A FOTO DA GAROTA QUE EU ERA , SUA CABELEIREIRA FICOU MUITO CONTENTE COM SUAS DICAS.BJOS

  10. Cleidiana Ramos  Says:

    Oi Lorena. Foi que ontem não consegui todos a tempo. Vou pesquisar e faço outro post com os endereços, afinal pelo que estou vendo esse assunto rende. Abraços.

  11. Ilana  Says:

    Olá, Cleidiana! Muito bacana esse post. Precisamos mesmo de mais informações sobre como cuidar de nossos cabelos. Estou usando química, agora. Permanente. Estou parcialmente satisfeita, pois sempre gostei de cabelos naturais, mas com o permanente consegui um volume que nunca tive. Queria uma forma de conciliar as duas coisas: cabelos naturais e com volume. Mas até agora, não encontrei. Quem souber, por favor, compartilhe.
    Abraços.

  12. Adriana  Says:

    Olà

    Voce jà ouviu falar em espuma black? Sabe como funciona? Estou com o cabelo sem quimica hà 8 meses e me indicaram este tratamento. Quero soltar o cabelo um pouco, mas nao quero alisar.

  13. Cleidiana Ramos  Says:

    Já sim Adriana. É um tratamento exatamente para soltar os cachos. Mas como todos os outros precisa de manutenção e, claro, hidratação. Agora te sugiro tentar também a linha colágeno da L´oreal. É como disse no post..fica soltinho e com aparência de hidratado. No meu funcionou, embora às vezes o que dá certo numa textura de cabelo não dá em outra. Mas pelo menos o preço é razóavel.

  14. Julia  Says:

    oLá gostei muito da matéria, parabéns! Também estou saindo da química, há seis meses sem alisar, estou com cinco dedos de raiz crecsida, as pontas ainda estão lisas, eu não quero cortar tudo ainda, rsrsr.Mas sinto uma grande diferença, os meus cabelos estão bem mais fortes, as vezes eu enrrolo bob e ficam bonitos, mas eu prefiro fazer tranças com um lieve in, que quando eu solto ficam maravilhosos e bem enrroladinhos! O creme da eskala Nutrientes cauterização á frio é ótimo para hidratar os nossos fios, a manteiga mariana também é boa e dá muito brilho, não se deixem levar pelas aparências, comprem e vão gostar…O creme de pentear da amend black também é bom, e a linha da monange cachos perfeitos também é muito boa. Saiam da química e assumam os seu cabelo naturais! Espero que tenha ajudado vcs!

  15. Maria Izabel Nascimento Muller  Says:

    Que bom Que a ditadura do branqueamento esta quase acabando.Fazendo ver que as duas opcoes sao boas,Que bom tambem vera a minha amiga Olivia , ilustrando uma reportagem com um tema tao interessante.Abcs.Izabel

  16. Rosa  Says:

    Olá meninas,

    Adorei a matéria, já usei meus cabelos de várias maneiras quando criança usava black ou trançado, pois que são muito volumosos, já fiz defrisagem, permanente mas o que deu melhor resultado foi o relaxamento com guanidina da max capi só na raiz.Posso usar cacheado ou escová-los que fica muito bom. Para pentear uso um pouco do umidificador da Salon Brasil, castanha do pará, umidificador e ativador de cachos, deixa os cabelos cacheados, com brilho, macios e cheirosos sem aquele aspecto grudento.

Deixe seu comentário